Notícias

Rio Vermelho, Parque da Cidade e Centro Histórico tem programação musical garantida

As primeiras atrações musicais do Festival da Primavera 2016 se apresentam na quinta-feira (22), a partir das 18h, no Terreiro de Jesus, Centro Histórico. A primeira atração da noite será o cantor Fernando Ferraz, que vai encantar o público presente com o melhor do sertanejo e toda sua irreverência e alegria no palco. Logo depois, a guitarra baiana de Fred Menendez levará o carnaval para dentro do Centro Histórico. Acompanhado pelo seu microtrio, o Rixô Elétrico, o artista vai mostrar toda sua habilidade.

A festa não para no Centro Histórico, porque na sexta-feira (23) se apresenta também no Terreiro de Jesus, a Orquestra Sinfônica Arte Viva. A Orquestra é pioneira em formatos diferenciados de espetáculos sinfônicos, já realizou concertos Sinfônicos de Rock, Forró, MPB, entre outros. Guiada pelo maestro Amilson Godoy, a orquestra fez uma belíssima apresentação em 2015 aqui em Salvador, também no Centro Histórico, com participação especial do cantor Ivan Lins. Para esse show é possível esperar um grande espetáculo.

No sábado (24) os shows começam cedo. Ás 11h, "O Liberato", um dos ganhadoras do Festival Música Universitária de Salvador (Musa) abre a tarde de festa no Anfiteatro Dorival Caymmi. Logo depois, sob ao palco o jovem cantor, instrumentista e compositor baiano, Guga Meyra, um dos principais nomes da nova geração da música produzida em Salvador.  A Cantora Katê continua a tarde de shows no anfiteatro, a bela vai comandar a tarde com muita animação e um repertório de grandes sucessos. Para a apresentação, a artista vai levar músicas de seu mais recente disco, lançado no último verão, como “Bonde da Katê” e “Desce Devagarinho”.

Quem encerra os shows do sábado no Parque da Cidade é a banda “TH”, que traz como referência o axé music, com uma batida mais alegre e diferenciada. O grupo intitula-se “TH”, devido às iniciais do nome do vocalista, Thiago Silva. O jovem talento musical traz criatividade nos arranjos que incorpora a músicas diversas. A TH sempre insere em suas apresentações músicas de cantores renomados não somente no ramo do axé, mas também do sertanejo e do pagode.

À noite o Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, fica agitado a partir das 19h30, o local recebe o grupo Quabales, conhecido pelas apresentações marcantes. O show do grupo vem sempre composto de muita teoria musical, acompanhados por violão, percussão, break dance, performance percussiva, canto e percussão eletrônica. A noite do sábado, no Rio Vermelho, será encerrado ao som da Banda Blitz. A banda de rock carioca é comandada pelo irreverente Evandro Mesquita e chega a Salvador para relembrar todos os sucessos do grupo.

O Centro Histórico também recebe música no sábado (24), com a apresentação de Fred Menendez, que volta a agitar o Largo do Terreiro de Jesus, às 18h, acompanhado do minitrio Rixô Elétrico.

Para o domingo (25), o carnaval invade o Parque da Cidade, com a apresentação da Oficina de Frevos e Dobrados - Fred Dantas e Bonecões Mamulengos, das 10h ás 12h, na entrada do parque. Já das 13h às 15h a banda Paroano Sai Milhó invade a Praça Pau Brasil para fazer a festa do público.

O Festival abre um espaço importante para a música instrumental, também no domingo, com o show da Orquestra Soteropolifônica, às 11h, no Anfiteatro Dorival Caymmi. O projeto dos maestros Ubiratan Marques e Luciano Calazans vem encantando a todos que tem o privilégio de assistir as suas apresentações. Além de instrumentos sinfônicos típicos, ela também conta com instrumentos elétricos e percussão de terreiro, tudo em favor de um repertório que contempla erudito e popular: samba, rock e axé.

Ás 12h30, o local recebe Siro Leal, principal ganhador do Festival Musa. Logo depois, o Cantor Carllos Lima e o pianista Josué da Paz se apresentam. A dupla que completou 15 anos de parceria também são músicos da Polícia Militar baiana. Eles prometem encantar os soteropolitanos interpretando músicas nacionais e internacionais. Quem encerra a tarde é o cantor, músico e compositor, Adriano Rezende. Rezende traz qualidade musical das suas apresentações, com músicas autorais, coreografias originais e também no uso da tecnologia, com utilização de equipamentos de ponta, batidas eletrônicas misturadas à percussão, dando ao show uma roupagem moderna, dançante e original.

No Rio Vermelho, o último dia de shows do Festival da Primavera começa com a apresentação da banda “Samba do Pretinho”, que surgiu como diversão de um grupo de amigos músicos, que hoje têm com o propósito de fazer samba diferenciado trazendo a verdadeira mistura de ritmos.  Em seguida, a super cantora Maria Gadú, um ícone da nova geração da MPB, admirada por todas as faixas etárias e dona de uma voz inconfundível, agita o público do Largo da Mariquita. Ela promete deixar essa edição do Festival da Primavera ainda mais emocionante.